Casa própria: como funciona o financiamento de imóveis


É o sonho de muita gente ter um canto para chamar de seu. Sair do aluguel e adquirir uma casa própria é um grande passo de independência financeira e de progresso social. Só que, infelizmente, diante da realidade econômica do país, a compra de um imóvel à vista nem sempre é viável ou está ao alcance do seu bolso.

Nesse sentido, financiar a sua casa própria pode ser uma alternativa mais atraente para tornar realidade o sonho de fugir do aluguel.

Na realidade, o financiamento de imóveis é uma das primeiras opções de quem procura adquirir a casa própria, por ser uma das modalidades de compra mais vantajosas para quem busca juros menores e maior facilidade de parcelamento do valor do imóvel.

Entenda um pouco mais como funciona o financiamento de imóveis e por que ele é um dos mais procurados para a concretização do plano da casa própria.

Empréstimo do banco

De maneira didática pode-se dizer que quando financiamos algo estamos pegando um dinheiro emprestado junto com uma instituição financeira para a compra de algum bem, que pode ser um carro, uma moto ou um imóvel, como é o caso.

A partir do momento em que financiamos esse imóvel, o banco é o responsável por pagar o valor do imóvel ao vendedor, fazendo com que o comprador assuma uma dívida com esse banco.

O valor da dívida é formado pelo montante pago pelo banco somado com os juros, seguros e outras taxas cobradas pela instituição financeira.

O financiamento de imóveis, portanto, funciona como uma linha de crédito de longo prazo disponibilizada pelas instituições financeiras, bancos públicos ou privados para a aquisição de imóveis.

Com a liberação do crédito para o financiamento imobiliário, o valor referente ao imóvel é repassado ao vendedor pela instituição financeira. A quantia tanto pode ser o valor total do imóvel ou parte do valor.

Na sequência, de acordo com o que estiver estabelecido em contrato, cabe ao comprador do imóvel pagar as parcelas do acordo financeiro, que costumam variar dependendo do tipo de financiamento firmado.

As condições de financiamento

São muitos os bancos e instituições que oferecem financiamentos de imóveis. As diferenças entre uns e outros vai levar em consideração as condições de pagamento, as taxas de juros cobradas, a duração dos contratos e a porcentagem do valor do imóvel que pode ser financiada.

A Caixa Econômica Federal é uma referência nesse assunto, sendo a maior concedente de financiamento imobiliário. Muito desse reconhecimento se deve às condições flexíveis para tal, com a possibilidade de parcelamento do crédito por até 35 anos na compra de imóveis novos ou usados e a oportunidade de desfrutar de linhas de crédito baseadas nos recursos do FGTS.

Uma das iniciativas mais exitosas da Caixa Econômica no que se refere à habitação é o Programa Minha Casa Minha Vida, que oferece condições vantajosas e atrativas para o financiamento de moradias nas áreas urbanas, destinadas às famílias interessadas que apresentem renda familiar bruta de até R$ 7.000,00.

Requisitos para financiamento de um imóvel

Embora seja um recurso oferecido por diversos bancos, com condições e critérios específicos, o financiamento imobiliário exige o cumprimento de alguns requisitos básicos para ser solicitado.

Entre eles estão a necessidade de ser maior de 18 anos de idade; não possuir restrição ao crédito nos órgãos de cadastro de inadimplentes, como SPC e Serasa; apresentar documentação de comprovação de renda; entre outros documentos comprobatórios.

Por ser raro que um imóvel seja quitado com 100% do valor financiado no momento da compra, geralmente é necessário ainda pagar um valor de entrada no financiamento da casa.

Esse valor pago vai interferir diretamente no cálculo do tempo de financiamento e nas taxas de juros, já que cada banco pode exigir uma porcentagem de entrada diferente.

O ideal é que se tenha pelo menos 30% do valor a ser pago pela casa, optando por financiar o restante do imóvel em parcelas mais suaves. Dessa forma, você pode conseguir melhores condições de financiamento, assim como agilizar o processo de liberação do crédito.

Gostou do conteúdo? Comente e compartilhe!


Artigos relacionados
2 Comentários 09-08-2021 Eva Da Echer
Viva Cristo Rei: tudo nele é especial

O empreendimento Viva Cristo Rei une qualidade de vida e segurança a tudo de melhor que Várzea Grande tem a...

Leia mais>>

0 Comentários 07-06-2021 Eva Da Echer
77 casas entregues, na 3ª fase do Morada do Valle em Canarana

“Uma luta, uma batalha que eu e minha esposa tivemos para conseguir e agora realizar o sonho, é uma...

Leia mais>>

0 Comentários 07-05-2021 Eva Da Echer
5ª fase do Morada das Águas entregue a 64 famílias

“Graças a Deus deu tudo certo e hoje estou recebendo a chave da minha casa, uma coisa que eu posso falar que é...

Leia mais>>

2 Comentários 16-03-2021 Eva Da Echer
Localização do imóvel: o que levar em conta na hora da escolha

Na hora de considerar a compra de um imóvel, muitas pessoas se baseiam principalmente em características como...

Leia mais>>

2 Comentários 26-01-2021 Eva Da Echer
Viva Parque: primeiro imóvel de Mato Grosso com o Selo Casa Azul Caixa

O Grupo Echer vem inovando em seus empreendimentos habitacionais com ideias sustentáveis e inovadoras e, com...

Leia mais>>


Comentários: